Notícia Gospel - Igrejas Paradas Durante a Pandemia?


Não… Felizmente não!


É claro que temos cidades brasileiras que os prefeitos decretaram lockdown, outros municípios mesmo sem o isolamento total, os templos não podem abrir por decreto, não são considerados essenciais, e apesar de não estarmos satisfeitos com tudo isso… não esqueçamos que como igreja somos a luz, o exemplo… Assim, nossos pastores têm se desdobrado para encontrar alternativas nas quais as igrejas não parem, mesmo estando de portas fechadas.


Não é tão abstrato assim, não parar mesmo com as portas fechadas, visto que a igreja somos nós, pessoas… Mas como até o movimento das pessoas estão restritos; resolvemos conversar com um jovem pastor presidente, nos seus primeiros meses de presidência, em uma pequena cidade “encravada”  no Sudoeste do Paraná, a simpática Enéas Marques, devendo uma visita para nosso amigo Pastor Eliel Saldanha (não podemos transitar muito devido a pandemia), conversamos por App com o Pastor Eliel, ele nos concedeu uma entrevista, e suas palavras vão ampliar nossa visão da realidade. 


Pastor Eliel, a quanto tempo o Sr. é Pastor Presidente?


A paz do Senhor Leitores… Assumi a presidência dia 20 de outubro de 2019 aqui em Enéas Marques PR. Trabalho na Obra de Deus desde o dia 05 de maio de 2004.


Como é para um presidente assumir sua primeira igreja praticamente junto com a pandemia?   


Já é um desafio assumir uma presidência em um campo pequeno. Ainda mais que logo veio a pandemia... Mas Deus está nos abençoando. As cidades pequenas no meu ver foram menos atingidas pela COVID-19, e em nosso caso, temos concentrado nossas forças e oração em  um outro grande desafio... a construção do Novo Templo Sede da IEAD em Enéas Marques, nós não paramos, estamos trabalhando, construindo, e eu continuo crendo em milagres!


Maravilha… Quais são suas estratégias para a igreja atuar na pandemia? E quais são suas expectativas para o futuro da obra de Deus e do seu ministério?


As estratégias é não perder o contato com o povo, hoje temos a facilidade das redes sociais que é muito útil, então nos momentos que ficamos sem cultos presenciais fizemos as lives sempre trazendo uma palavra e orando pelo povo. 


Agora voltamos com restrições de número então dividimos um grupo congrega num culto e outro grupo em outro culto também transmitimos vídeos fazendo oração por todo povo da cidade e divulgamos nos grupos de Whatsapp da sociedade foi muito bom. 


Quanto as expectativas são as melhores possíveis! Estamos fazendo a obra de Deus com amor, procurando sempre uma vida de intimidade com Deus, pedindo sua graça, para que eu nunca venha perder o temor de Deus.


"Tenho no meu pensamento que eu posso ser pastor da igreja do arrebatamento precisamos trabalhar para resgatar as últimas almas para Deus!"






2 comentários:

Tecnologia do Blogger.